Definições diárias

E se não te conseguires definir ? Definir-te-ão os gostos, as músicas, as cores, os locais por onde caminhas? Definir – te – á o amor? Qual deles ? O que te liga ao teu mundo? Aos teus lugares? Às tuas crianças? Às tuas pessoas? A uma pessoa que te toca de maneira a fazer-te virar do avesso toda uma existência?
O que  te define ? Os riscos que corres quando gostas de te sentir segura ? A solidão: quando Idolatras as pessoas e as suas façanhas? O egoismo: quando largas o que tens para poderes dividir-te sempre mais, com mais alguém?
Sem te definires, amando-te para além de qualquer definição, e gostando de ser diferente em diferentes situações serás satisfeita apenas na forma que tu defines, não nas definições de outros. Um caminho teu, onde cabe apenas a forma flexivel que se conseguir moldar ao teu corpo.
Sem músicas, sem imposições, sem ideias conceptuais, sem programações, e sobretudo sem planos a seguir…dêem-me o dia, dêem-me apenas o dia e não terei que o definir, apenas que o seguir.

4 comentários em “Definições diárias

  1. =), definir é a forma que encontro de esgueirar pelas frestas da vida quando as paredes apertam os desejos, os sonhos, ou qualquer negação, com que me custa (ainda tanto) lidar. Por isso adoro magia…liberta!!

    Curtir

Os comentários estão encerrados.