palavras

Coração de menina

Gosto de ser menina. Gosto da criança que renasce em mim quando me sinto segura. Gosto da liberdade de poder ser ingénua, de poder abandonar-me da suspeita, correndo, de bracos abertos para a sinceridade.
Gosto das feridas boas que ficam depois da disputa saudável por uma brincadeira.
Gosto dos tempos livres, da música que o vento canta quando temos a pureza para o poder ouvir. Gosto de gente pura. Gente que ouve, que adivinha, gente que pergunta porquê e conta histórias, sinceras.
Gosto do orvalho que cai no frescor da manhã. Gosto de risos partilhados e de lágrimas contidas no abraço de alguém. Gosto tanto de coisas simples que a simples suspeita do complexo me faz paralizar, parar de amar, por decisão, decreto, declaração. Porque só as crianças conseguem mandar no coração.

Anúncios