filosofias existenciais

Renascimento

Lembro-me como se fosse hoje. A primeira coisa coisa que vi em ti não se vê. Parece-te estranho? Nada em nós é menos que estranho e entranha-se assim por entre as vagas ondas do éter que nos adormece os sentidos. Somos unos, como se nem a distâncias das medidas dos Homens nos pudessem separar. Senti-te… Continue reading Renascimento

Anúncios
palavras

...e surpreendes-me. E desafias-me. E pareces esquecer que eu gosto de princípios, de todos os principios, principalmente daqueles em que me sinto selvagem e descoberta. E se algum dia te disser que não, isso é apenas o impulso necessário para me mostrares o como e o porquê do sim. Já alguém te disse que não… Continue reading

palavras

Encomenda postal ( ou o extravio da coisa)

Falta-me qualquer coisa e eu não sei o que é. Ficam-me na memória certas frases, certos gestos, e os cheiros - definitivamente os cheiros ficam-me na memória. Certo dia disseram-me que pensava demais. Curioso, foi a primeira vez que mo disseram e ficou-me enganchado como se se tratasse de um sobretudo pendurado num cabide. Até… Continue reading Encomenda postal ( ou o extravio da coisa)