Uno

As modas vão e vêm com a mesma volatilidade com que o tempo escorre pelas nossas mãos, como se fosse areia. Mas ao contrário das modas o tempo não volta atrás. Cá em casa voltou a moda do uno. Aquele jogo de cartas tão simples que nos permite o regresso às gargalhadas só porque sim, porque no meio da atrapalhação se passa por cima de tudo, só para nos livramos do que está a mais nas nossas mãos. Um momento único para lhes ensinar o valor do respeito pelas regras, pelos vencedores e pelos vencidos. Sem birras, sem choros e sem ranger de dentes. Porque em cima de raiva o que se constrói não vale nada e porque a vida é feita de jogos, a ganhar e a perder.

Xutos e Pontapés – O que foi nao volta a ser – Es…: http://youtu.be/Tw_CeyK1jjE