a educação ao próximo, filosofias existenciais, palavras

Era talvez a pior hora do dia. Era a hora em que se lembrava mais, em que lhe fazia mais falta. A media luz dava-lhe a noção de pertença, de sossego, de lar, mas faltavam-lhe os vai e vem, os pensamentos difusos no ar que pareciam que o acompanhavam a cada ida e volta. Cumpriu-se… Continue reading

Anúncios