No rasto do teu cometa

És a luz que ilumina a minha escuridão,

cometa que no seu rasto traz a mistura exacta de fragrâncias que incendeiam o caminho que quero seguir.

És a voz que me embriaga, o riso que me faz feliz, a música que me faz dançar. 

gosto de te ver feliz, de te saber feliz

gosto de cheiro que trazes contigo, agarrado ao corpo, a esse corpo que será sempre objecto do meu cuidado, do meu sentir – cheiras a mim, como se um filho fosses, como se de mim nunca tivesses saído  Brindo ao teu sorriso, encho o meu copo só para poder sorrir ao ver-te rir e entorno para dentro o prazer de te sentir assim