Memórias, palavras, Poesia, Ser

O caminho de casa

Não tenho medo.  Perdi o medo quando abri as mãos para te abrir a porta.  Procurei-o para me salvar. As capas do medo são a melhor protecção, ajudam-nos a manter a invisibilidade que nos salva do chão.  Mas já o tinha perdido. Com ele foram-se os restos do que sobrou. Fiquei com nada. Na fechadura, … Continue reading O caminho de casa

Anúncios