A pequena felicidade dos livros

Os dias passam já a um ritmo comum, e num repente começam a esticar-se como um gato a fazer alongamentos, espreguiçando-se em frente à lareira. Esticam, esticam e quase que chegam ao fogo. As horas multiplicam-se em quantidades de tarefas realizadas e eu ponho ainda travão, com receio de as esticar demais. Aposto, ainda, que vai faltar alguma coisa importante, mas já não procuro incessantemente, nos confins da mente, aquilo que é importante e que vai de certeza faltar. Comprei livros hoje. Um pequeno mimo patrocinado por uma promoção fantástica a que me permiti. Pequenas coisas que me fazem feliz e que já vou podendo aproveitar. Enquanto as televisões desfilam o seu corrupio de desgraças eu vou desfiando a minha lista de desejos e pondo um visto em cada pequena etapa ultrapassada. Um passo atrás de outro, à espera, do passo que virá à frente. A felicidade é saber o ritmo certo para cada caminhada que compõe a vida

” No one comparesyou stand alone,to every record i ownmusic to my heart that´s what you area song that goes on
and on ”