Um dia também hei-de ter um neto

Nós, por cá andamos, com a cabeça entre as orelhas, entretidos entre as manhãs de praia, os almoços de sardinhas, a piscina, a melancia e vá, confesso, os gelados que são a minha perdição e não estão a ajudar a perder estes meus 70 kilos fenomenais! É certo que o caminho para a praia é feito a pé, mas os petiscos das avós não deixam, de forma nenhuma, a coisa se tornar mais levezinha. A verdade é que isto, sem eles, não teria tanto sabor. Para todos. Eles são a comidinha pronta para os netos quando chegam da praia, os lanches, os mimos, tudo do bom e do melhor e confesso são o principal motivo de se poder chamar a este tempo férias. Objetivos de uns, gratidão e reconhecimento de outros, férias no seu melhor. Hoje ao ver este vídeo percebi o bem que podemos fazer uns aos outros e mais uma vez tive a certeza que muitas vezes faço as escolhas certas. Não só para mim mas também para todos os que nos são próximos e tantas vezes vêm connosco usufruir deste pequeno paraíso a que posso chamar casa e de quem tanta gente conhece como a casa dos avós dos Bica. Para todos esses e para os outros também, feliz dia dos avós!