O início de mais um ciclo

Oficialmente acaba hoje a feira. Sinceramente, ainda bem, é que, aqui só para nós que ninguém nos ouve, já não aguentava ser adolescente outra vez por muito mais tempo. Abençoadinha feira que é só uma vez por ano. Como diz a minha amiga Mónica R. agora é tempo de chás, detox, alinhamento dos chakras ( xícaras para os amigos), rezas, benzeduras e todas as mezinhas que nos possam pôr os exteriores e os interiores no seu devido lugar.Caramba que o meu sistema músculo- esquelético está todo fora do lugar, tenho falta de horas de sono e há pó por todo lado (até nas linhas das palmas das mãos) de tal forma entranhado que necessito lavar e enxaguar o corpo por dentro e por fora. Cá por casa estamos todos na mesma e até o carro está a precisar de detox que aquilo já é só fumos de escape. Amanhã já tem marcada a visita ao “médico” de eleição.Suspeito que vamos ter que mudar o combustível que esta história dos low cost, se calhar, não é tão barata como parece. 

Agora é tempo de parar, formular desejos, fazer planos para o novo ano, definir objectivos e começar a criar condições para se viver com o mínimo de qualidade durante um ano inteiro. Um detox do corpo e da Alma, um tempo de reflexões para as futuras construções. 

Até já.