a great big world, filosofias existenciais, natural como só eu, palavras, Ser, T(extos) E(ntre) S(onhos)

Coisas que vêm com o tempo

Já partilhei aqui esta música antes. Inception talvez tenha sido o último filme que vi e me causou desconforto. Desconforto no sentido em que a mente é a nossa última fronteira, a nossa última fortaleza, a única coisa que nos comanda, nos define, o local da verdadeira liberdade. As ideias e os sonhos são a expressão… Continue reading Coisas que vêm com o tempo

Anúncios
a great big world, filosofias existenciais, músicas da minha vida, Memórias, palavras, Ser

Don’t let the sun go down (on us)

Já se disse o que havia a dizer, mas para mim foi a grande perda do ano. Mais, muito mais, que qualquer outro que ficou pelo caminho. Embora fã de música não sou uma verdadeira fã de bandas ou artistas. Não me interesso pela vida da pessoa, para além da sua vertente profissional a não… Continue reading Don’t let the sun go down (on us)

Domingos em família, natural como só eu, palavras, receitas para viver melhor, rir é o melhor remédio

Do que não vale o preço pago 

Chego a esta hora exausta e nem sei muito bem porquê. Acredito que acontece à grande parte de nós mas por motivos diferentes. Uns porque esta época é uma correria, outros porque são viagens grandes para se chegar onde são esperados e outros,como eu, porque a falta de sono e de ordem cansam mentalmente. As… Continue reading Do que não vale o preço pago 

a great big world, da nossa vida, filosofias existenciais, litoral alentejano, músicas da minha vida, Memórias, palavras, Ser

As histórias de Natal dos simples mortais

Por aqui somos "todos amigos". Uma dessas frases correntes, das que se vêm escritas em todo o lado, diz que a família não podemos escolher, mas os amigos sim. Bem, por aqui, nestas zonas com menos população, onde quase toda a gente se conhece, não é bem assim, pelo menos nunca de inicio. Andamos todos… Continue reading As histórias de Natal dos simples mortais

da nossa vida, filosofias existenciais, músicas da minha vida, Memórias, palavras, rir é o melhor remédio

Das coisas que mais gosto no Natal

Luzes ou a luz do natal ou a iluminação dos lugares Lareiras acesas e o calor que só os nossos e o lar nos pode dar Arroz doce, sonhos de abóbora e doces conventuais Vinho tinto bebido em copos grandes para que se sinta não só o paladar mas também o cheiro Árvores de natal… Continue reading Das coisas que mais gosto no Natal

a great big world, da nossa vida, filosofias existenciais, músicas da minha vida, natural como só eu, palavras, Ser

E é natal outra vez

Ando sem vontade nenhuma de escrever. Talvez porque tenha muito mais em que pensar neste momento, ou talvez porque, mais uma vez, esteja na altura de mudar de expressão artística.  Aconteceu já várias vezes na minha vida e é cíclico, alterno porque necessito inovação, mudança, algo que seja ao mesmo tempo um estímulo e um… Continue reading E é natal outra vez

a great big world, da nossa vida, Domingos em família, natural como só eu, palavras, receitas para viver melhor

Semana passada

Sempre gostei das saídas de vela ( para quem não está familiarizado com o vocabulário, com as saídas do turno da noite). Especialmente daquelas em que o turno não foi muito mau e tenho a possibilidade de dormir. Hoje é uma dessas oportunidades sendo que lá fora chove a "potes" e o tempo está mesmo… Continue reading Semana passada