Das memórias e das feridas 

Uma das coisas boas das novas tecnologias, nomeadamente desta coisa dos smartphones, é o facto de me permitir fazer ainda mais coisas ao mesmo tempo do que aquilo que já fazia anteriormente.  Hoje foi um óptimo exempo disso. Enquanto fazia aquela que será a última parte da renovação do móvel da cozinha, estive na amena cavaqueira através do messenger com a malta do serviço e descobri o novo álbum da Dulce Pontes no spotify. 

Claro está que quando se tocam muitos instrumentos ao mesmo tempo algum há-de falhar e neste caso foi a segurança de quem estava a fazer os trabalhos manuais. Das coisas boas que aprendi enquanto trabalhei no departamento de higiene e segurança de uma fábrica, foi a importância da segurança. É um facto que apesar de a segurança no trabalho, ser hoje já um factor importante na maior parte das empresas, a verdade é que a relacionamos com emprego e não com trabalhos que se possam fazer em casa.  Demasiadas vezes facilitamos. É assim que dos acidentes mais comuns que podem acontecer, tanto a crianças como a adultos, são os acidentes domésticos, e nem sempre as consequências são simples. O acidente não foi grave mas foi o suficiente para espalhar o terror na cozinha que se viu inundada de sangue por uma feridita que mal se via. Só que foi feita no sítio certo para fazer sangrar bem. Aprendi a lição de estar atenta e fazer uma coisa de cada vez. O balde do lixo ficou montado, numa primorosa invenção que permitiu colocar um balde do lixo móvel do Ikea num móvel feito de pedra e cal e agora só falta pintar a última porta e os acabamentos para ficar pronto. 

Do álbum, só posso dizer que foi uma agradável surpresa que me fez andar uns anos atrás, numa viagem emocionante às recordações. Desde o fado que a Mónica Dias adorava cantar nas distantes tardes e noites da Adega, quando gastávamos o tempo só a estar uns com os outros, pensando que o tempo era inesgotável, até àquela que vai ser, de certeza a versão de que mais vou gostar, nos próximos tempos, da música que define a terra onde nasci. 

Aqui fica 

converse connosco...

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s