A beleza está em nós, a great big world, da nossa vida, músicas da minha vida, Memórias, natural como só eu, receitas para viver melhor, Ser

Graças a Deus, já é Natal

Acho que, se a memória não me falha, em 19 anos este vai ser o primeiro ano que vou passar a véspera e o dia de Natal todos ( as 24h do dia) em casa, sem trabalhar.

Há tanta coisa boa para fazer amanhã que, de certeza, não vou fazer metade.

Quero acordar cedinho, beber o meu café, depois de um bom pequeno almoço e acender a lareira. Pôr música de Natal assim que acorde, embrulhar prendas com amor e carinho ( e muito pouco jeitinho), pintar as minhas unhas ( 48h em casa em tempo de festa merecem umas unhas bonitas), ver o primeiro episódio da segunda série da “Crown” e ler uns capítulos do meu livro. Se tiver apetites fazer um doce para juntar à maravilhosa mesa de Natal da minha mãe. Distribuir as prendas por todos os meus mais que tudo, (ou quase todos) e preparar-me para a Ceia. Bacalhau batatas e couve. Peru e o mais que houver é para o dia de Natal e nesse dia passamos o dia à mesa, a comer, beber e conversar. A família e os amigos vão entrando e saindo ao ritmo das suas próprias vidas e nós vamos ficando, cantando e rindo. É assim o meu Natal desde sempre e é assim que quero que continue, sem ter que me lembrar de dietas, intestinos e doenças, nestes dias. 

Só tenho saudades da missa do Galo. Da sensação de preenchimento que sinto nessa celebração. Não passei a minha religião e a minha fé aos meus filhos e por isso não quero deixá-los nesta noite, certa que estou que não me acompanhariam. Hoje tenho pena de não ter insistindo mais na educação católica, mas há muita coisa que é difícil fazer sozinha. Reconheço que foi um erro, entre muitos outros. Tenho esperança de voltar à celebração do nascimento quando eles forem mais velhos e tiverem as suas próprias famílias ou um outro entendimento das coisas. Por agora é demasiado cedo. 

E para manter o espírito vivo por aqui, dou-vos mais uma das minhas favoritas da época

Anúncios

Uma opinião sobre “Graças a Deus, já é Natal”

Os comentários estão fechados.