a great big world, livros que leio, palavras, Poesia, T(extos) E(ntre) S(onhos)

Sonhadores involuntários

Sou absolutamente fã da contemporânea escrita africana de expressão portuguesa. De Mia Couto a José Eduardo Agualusa, passando por Ondjaki - uma poética que me fascina, os neologismos, a utilização prática da língua, rompendo com a estética complicada dando vida e musicalidade à linguagem, como se o meu alentejo e as suas vozes e raízes… Continue reading Sonhadores involuntários

Anúncios