a educação ao próximo, a great big world, da nossa vida, filosofias existenciais, litoral alentejano, Memórias, natural como só eu, palavras, receitas para viver melhor, rir é o melhor remédio, Ser

Equidade, fraternidade e respeito pela diferença

Em dia de comemorações de liberdade, o dia em que o nome da terra onde nasci ficou inscrito na história deste país, vou ser diferente, só porque me apetece e a minha liberdade me permite fazê-lo https://youtu.be/AEIPkal6848 Eu diria que em 44 anos mudaram as modas... as lutas, essas, continuam, infelizmente, por vezes com o… Continue reading Equidade, fraternidade e respeito pela diferença

Anúncios
A beleza está em nós, a educação ao próximo, a great big world, filosofias existenciais, litoral alentejano, natural como só eu, palavras, receitas para viver melhor, rir é o melhor remédio, Ser

100% Português

Não é costume sentar-me em frente à televisão mas tendo saudades da minha lareira e não querendo perder a final do campeonato europeu de futsal (afinal sempre tenho um jogador de futsal cá na casa e não posso nem quero estar desactualizada em relação ao gostos deles) hoje lá calhou. Ah e tal, custou mas… Continue reading 100% Português

A beleza está em nós, a educação ao próximo, a great big world, da nossa vida, Domingos em família, filosofias existenciais, litoral alentejano, músicas da minha vida, natural como só eu, palavras, receitas para viver melhor, Ser

Música do dia (X)

Esta https://youtu.be/z9BPMjL44Aw Com um dia de atraso após mais 16h de trabalho. Dedico-vos a vocês, Rodrigo, Hugo e Lucas, depois da nossa conversa de Domingo. Traduzam a letra porque é exactamente isto que vos quis dizer. Já agora e nem de propósito, o vídeo pretende mostrar emigrantes, da altura da grande depressão que vos falei,… Continue reading Música do dia (X)

a great big world, da nossa vida, litoral alentejano, natural como só eu, receitas para viver melhor, rir é o melhor remédio

Está bonito o João Rocha, pá!

E pronto, hoje foi isto, nada a dizer https://youtu.be/HXjEy5V4dCg Cenas macabras... não era preciso tanto! Mas ainda havemos de ganhar jogos, ou não fossemos os guerreiros do Alentejo Mas vá, não havia necessidade 😁😉😒 Post Scriptum: Querida Margarete, com isto tudo fiquei a saber que o moço veio do FCP, ainda assim, abençoada mãezinha...eheheh! Fui,… Continue reading Está bonito o João Rocha, pá!

A beleza está em nós, a great big world, da nossa vida, litoral alentejano, Memórias, natural como só eu, palavras, Ser

Viagem no tempo

O aborrecimento é uma chatice e hoje para além de cansada e engripada, com a garganta inflamada e dores no corpo, ainda estou aborrecida. Leio nos blogues que frequento que fazem hoje 110 anos desde que perpetuaram o regicídio que é como quem diz, fazem hoje 110 anos desde que nos mataram o rei D.… Continue reading Viagem no tempo

a educação ao próximo, filosofias existenciais, litoral alentejano, natural como só eu, palavras, Ser

Gripe? Mas qual gripe?

Resisti estoicamente a ver as imagens porque sabia que iria sentir o que realmente senti. Coisas que sinceramente me apetece esquecer. Ao vê-las senti a identificação e o desespero a crescer, novamente, dentro de mim. Só quem passou por isso sabe o que é, com a agravante de que os serviços de urgência são serviços… Continue reading Gripe? Mas qual gripe?