A beleza está em nós, filosofias existenciais, natural como só eu, palavras, receitas para viver melhor, rir é o melhor remédio, Ser

Bom dia, hoje começo cedo, não por algum motivo especial mas porque gosto de fazer as minhas leituras matinais antes de me levantar, quer esteja a trabalhar ou não. Hoje, por mero acaso recebi uma notificação que se adequou perfeitamente à fase da vida em que me encontro agora e achei por bem partilhar. Desde… Continue reading

Anúncios
A beleza está em nós, a educação ao próximo, da nossa vida, Fotografia, Memórias, natural como só eu, palavras, receitas para viver melhor, rir é o melhor remédio, Ser

A ultima publicação do ano

Dia 30. Está o calendário acabado, é altura de virar a ultima página. Provavelmente não voltarei aqui este ano. Já tenho a lista de tarefas para amanhã demasiado preenchida e há coisas que gosto de fazer no ultimo dia do ano, que vou ver se consigo encaixar com a preparação da ceia. Ano que é… Continue reading A ultima publicação do ano

a great big world, da nossa vida, filosofias existenciais, músicas da minha vida, Memórias, natural como só eu, Ser

Silent night

A Zita está doente, a Benedita fez finalmente as pazes comigo ( nem cheguei a perceber porque nos chateamos, mas a psicologia desta gata é para mim um mistério a desvendar todos os dias). O Natal passou com a cantoria do costume e a minha cabeça anda a mil com todos os novos projectos e… Continue reading Silent night

A beleza está em nós, a educação ao próximo, a great big world, da nossa vida, receitas para viver melhor, Ser

Saber Ser e Estar

Chegados da visita relâmpago ao centro do país, comentam os miúdos, à chegada, que o dia passou a correr : parece que fomos e viemos no mesmo dia... É engraçado como o tempo nos parece tão diferente consoante a nossa prespectiva. A mim pareceu-me que estas 24h foram tão longas e deram para fazer tanta… Continue reading Saber Ser e Estar

A beleza está em nós, a educação ao próximo, a great big world, filosofias existenciais, músicas da minha vida, natural como só eu, Ser

Presentes

Estamos a uma semana do Natal e este ano ainda não coloquei aqui a minha música favorita. Uma falta injustificável! https://youtu.be/j9jbdgZidu8 Também ainda não fiz compras, nem pensei em presentes, nem listas de coisas para fazer. Sinto-me perfeitamente livre, portanto. Este ano, mais do que tudo, vou estar presente e isso basta.

A beleza está em nós, a great big world, da nossa vida, Fotografia, músicas da minha vida, Memórias, natural como só eu, Ser, T(extos) E(ntre) S(onhos)

Caminhos

Há vozes que fazem parte da nossa vida. Nestes momentos em que sou envolvida pelo manto de negro da desesperança, o meu movimento de cura leva-me sempre aos lugares, às pessoas e às vozes que me fizeram feliz. Como se outra vida, de facto, tivesse havido. Uma vida que vivendo, de facto, não cheguei a… Continue reading Caminhos

a great big world, músicas da minha vida, Memórias, natural como só eu, Ser

Mudança incompleta

https://youtu.be/WVe80iZtlYU Como um antigo disco de vinil riscado é frequente revisitar lugares na minha memória e no coração. Nos inúmeros artigos que se espalham por as inúmeras plataformas que utilizamos hoje para nos informarmos, é comum ler que o nosso cérebro está mal programado e nos faz guardar mais facilmente os maus momentos do que… Continue reading Mudança incompleta

a educação ao próximo, a great big world, filosofias existenciais, natural como só eu, Ser

Dos beijinhos como figura de bem social

Sei, de antemão, que ao partilhar esta minha opinião poderei estar sujeita ao mesmo escrutínio que tem sido sujeito o professor e, tendo em conta os comentários ao artigo que acabei de ler, a jornalista. Ainda assim, recuso-me a desistir perante o medo das represálias, ou a guardar as minhas opiniões, com medo das consequências,… Continue reading Dos beijinhos como figura de bem social