A beleza está em nós, a great big world, filosofias existenciais, músicas da minha vida, Memórias, natural como só eu, palavras, Ser, T(extos) E(ntre) S(onhos)

Música do dia

Esta https://youtu.be/eVTXPUF4Oz4 Porque se a história se repete, o erro tem que ser idêntico, logo, é preciso identifica-lo o quanto antes. Esse objectivo primordial está a escapar-me porque me invado com as trivialidades necessárias das rotinas As nossas prioridades têm que ser sempre seriadas e eu levo a sério os trilhos que marquei para seguir.… Continue reading Música do dia

Anúncios
A beleza está em nós, a educação ao próximo, a great big world, da nossa vida, filosofias existenciais, litoral alentejano, músicas da minha vida, Memórias, natural como só eu, palavras, Poesia, receitas para viver melhor, rir é o melhor remédio, Ser, T(extos) E(ntre) S(onhos)

Fotografia mental do dia

Acredito que vivemos várias vidas na nossa vida. Refiro-me muitas vezes a coisas passadas como se tivessem sido numa outra vida. Hoje lembrei-me de ti. Talvez algumas minhas penas a ti as deva. Mas devo também alguma luz e muita da lucidez que fui conquistando a pulso. Há pessoas que passam por nós para nos… Continue reading Fotografia mental do dia

A beleza está em nós, a great big world, da nossa vida, filosofias existenciais, natural como só eu, palavras, Ser, T(extos) E(ntre) S(onhos)

Música do dia

Sempre me considerei uma boa ouvinte ( podem atestar melhor isso aquelas amizades de uma vida, ou de um pouco menos que isso. São algumas.) Mas das coisas espantosas que a enfermagem me trouxe, de que não estava à espera, foi este "dom" de me acharem qualquer coisa a meio de ouvinte atenta e confessora.… Continue reading Música do dia

a educação ao próximo, a great big world, da nossa vida, filosofias existenciais, músicas da minha vida, Memórias, palavras, Ser, T(extos) E(ntre) S(onhos)

Fragilidade versus incertezas

https://youtu.be/RxabLA7UQ9k Já não é a primeira vez que partilho esta música aqui. Talvez porque este tenha sido o último grande filme que vi e que me perturbou. Perturbou no sentido de me fazer pensar e questionar algumas coisas. O edifício mental, sempre o edifício mental. Quando a estabilidade do nosso edifício mental se fragiliza, toda… Continue reading Fragilidade versus incertezas

a educação ao próximo, a great big world, filosofias existenciais, Memórias, natural como só eu, palavras, Ser, T(extos) E(ntre) S(onhos)

Do meu sexto sentido (XIV)

O pior é quando se quer muito ter o controlo da vida nas mãos e tudo nos foge por entre os dedos, como a areia da praia. Não, já não tenho medo das tempestades, mas desconfio bastante das bonanças. Não sei se foi defeito que adquiri se é só fruto das aprendizagens. Aprender a viver… Continue reading Do meu sexto sentido (XIV)

Memórias, natural como só eu, palavras, T(extos) E(ntre) S(onhos)

Terça feira 13, dia de Carnaval

https://youtu.be/1DE2UJ0V4bs Era sempre a madrugada e as conversas sem fim. Era o teu fascínio pela maternidade e por querer saber. Era o saber que te preocupavas sempre, mesmo quando até a mim convencias que não. Era o tempo que foi e já não volta mais. Foi não voltar a conhecer ninguém que se importasse assim,… Continue reading Terça feira 13, dia de Carnaval